06 janeiro 2009

Motor diesel

Enquanto no motor a gasolina - mistura gasosa ar-gasolina - é inflamada por meio
de uma faísca elétrica produzida pela vela de ignição, no motor a Diesel não
existem velas de ignição e a gasolina é substituída por óleo Diesel.



A ignição, num motor a Diesel, é provocada pela compressão, que faz elevar a
temperatura do ar na câmara de combustão de tal modo que esta atinja o ponto de
auto-inflamação do combustível.
O óleo Diesel, que se vaporiza menos que a gasolina, não é introduzido na câmara
de combustão sob a forma de mistura com ar, mas sim injetado sob alta pressão
por meio de um injetor. Na câmara de combustão, o óleo diesel inflama-se em
contato com o ar aquecido por efeito da forte compressão. Uma bomba acionada
pelo próprio motor fornece o óleo diesel a cada injetor em determinadas
quantidades e sob elevada pressão.
O acelerador regula a quantidade de combustível fornecido pela bomba e,
conseqüentemente, a potência gerada no motor.
As vantagens dos motores a Diesel residem no seu maior rendimento (que resulta
numa redução nos custos do combustível), na sua maior duração e na diminuição
dos custos de manutenção.
Entre as desvantagens deste tipo de motor, estão incluídos um elevado preço,
maior peso, a vibração que produz à baixa rotação, o cheiro do combustível
queimado, o ruído – superior ao provocado por um motor a gasolina e uma menor
capacidade de aceleração.
Num motor de automóvel a gasolina médio, a mistura gasosa sofre uma
compressão que reduz o seu volume a cerca de um nono do seu valor inicial, o que
corresponde a uma relação ou taxa de compressão 9:1. num motor a Diesel esta
relação pode atingir o valor de 22:1, de modo a aumentar a temperatura do ar.
Nas câmaras de combustão do motor a Diesel, muito menores que as de um motor
a gasolina, a taxa de compressão, sendo mais elevada, resulta num aumento de
rendimento pois é maior a conversão da energia calorífica em energia mecânica;
além disso, verificam-se menos perdas de calor nessas câmaras.
Cada cilindro num motor a Diesel apresenta um injetor que assegura o
fornecimento de combustível na quantidade correta e no devido momento. Uma
bomba, que gira a metade do número de rotações do virabrequim, impulsiona o combustível para os injetores e destes para as câmaras de combustão, segundo a ordem de ignição.


Nenhum comentário: